Qual a melhor forma de energizar a equipa até ao final do ano?

O impacto das experiências imersivas no desenvolvimento dos seus colaboradores
12 Março, 2018
Vamos vestir a farda de um Bombeiro?
12 Setembro, 2018

Qual a melhor forma de energizar a equipa até ao final do ano?

Setembro, aquele mês que é um misto entre felicidade e stress. As férias já passaram (para alguns) e já se regressou ao trabalho (a maior parte das pessoas). Há quem viva estes primeiros dias com energias renovadas, mas também há quem sinta que precisava de mais uns quantos dias em modo off. Identifica-se com alguma destas hipóteses?

Independentemente do cenário com que mais se identifica, o que é certo é que o regresso ao trabalho, nesta fase, também nos relembra que em menos de nada estamos no fim do ano e que até lá é preciso garantir que se atingem os objetivos que se definiram. Será que as férias foram suficientes para recarregar a totalidade das baterias até lá? Como é que vamos conseguir estar todos a remar para o mesmo lado com a mesma força?

Parece algo utópico ou difícil? Somos todos diferentes. O mais certo é que na nossa equipa nem todos tenhamos as energias a 100% certo? Então e se houver forma de repor as energias de todos para que o caminho até ao fim do ano tenha outro alento e o final do mesmo seja mais especial que o anterior? É possível, e não é nada do outro mundo. Não são precisos grandes momentos, ou eventos gigantescos e dispendiosos como os da Google ou da Apple, basta que se saiba para onde se quer caminhar e o que queremos despertar na nossa equipa! Celebrar, unir, desafiar, mudar mentalidades e/ou atitudes? Seja o que for, deve ser adequado à equipa e ao momento em que se encontra, deve ter um propósito e um fio condutor, sem nunca reduzir a importância de um momento surpreendente que se relembre por muito, muito tempo.

Uma festa a bordo dum barco no rio Tejo, com oportunidade de assistir ao pôr-do-sol, parece bem? E se, antes de entrar a bordo, a equipa fosse confrontada com a necessidade de preparar todos os ingredientes da sua própria comemoração: das entradas, os pratos principais, as bebidas, as sobremesas e até o DJ set e o vídeo do evento? Celebrar, sim, mas com sentido de pertença, certamente que será algo diferente do que uma festa em que apenas chegam e passam um momento divertido não?

E se um dia, quando chegassem à empresa, não houvesse mais nada a não ser as paredes? Se tudo tiver desaparecido? O que fariam para reaver tudo e garantir que nada faltava para atingirem os objetivos a que se propuseram? É bom relembrarmos que nem tudo o temos ao nosso dispor é garantido. Posto isto, será que já alguma vez pensaram como seria a vida de um cego? Não, esta não é uma daquelas experiências em que se vendam os olhos da equipa. É algo que vai, literalmente, dar outra visão do mundo, ao transformar as pessoas da equipa em copilotos responsáveis por orientar algumas pessoas cegas, numa oportunidade única nas suas vidas, de poderem conduzir um automóvel real. Será que depois disto serão os mesmos?

Estas são algumas das experiências pelas quais qualquer equipa pode passar, de forma a garantir que as energias estão repostas, mas acima de tudo bem direcionadas até ao final do ano! E, nessa altura, haverá espaço e certamente mais que muitos motivos para celebrar a sério, com um evento memorável!

Carlos Moreira, Sócio Fundador da Immersis