Creative Experiences

DURAÇÃO: 1h30 a 2h
PARTICIPANTES: + de 1000 pessoas

Ransomware

NUMA SITUAÇÃO REAL, PODEMOS CONTAR COM A COLABORAÇÃO DE TODOS OS ELEMENTOS DA EQUIPA?

O que é?

O Ransomware é uma experiência imersiva em que, remotamente, uma equipa de especialistas tenta desvendar um intricado mistério: salvar os dados roubados e consequentemente, salvar a organização.  O enredo, construído a partir da história da organização transforma os participantes em squads que têm de resolver este desafio à distância. Todos vão cooperar para superar desafios que permitam salvar os dados roubados e salvar a organização.

Para que serve?

O desenho do jogo força a repartição de tarefas, comunicação e partilha das aprendizagens em grupo. Os desafios estão associados a competências base para prosperar na atualidade.
A recuperação dos dados só será bem sucedida com a cooperação de todos os envolvidos.

Performing

CRIATIVIDADE E COLABORAÇÃO SÃO AS PEÇAS CHAVE DESTE DESAFIO DE EQUIPA.

O que é?

O Performing é uma experiência imersiva que promove o storytelling através da metodologia LARP [Live Action Role Play].
Nesta dinâmica os participantes assumem papéis de personagens e criam narrativas de forma colaborativa, que serão trabalhadas por todos, moldando o universo partilhado e construindo uns por cima dos outros.

Para que serve?

Fomenta a criatividade, promove capacidades de comunicação, dando voz a todos os participantes, removendo-os da área de conforto e revelando aptidões desconhecidas.
Traça paralelismos entre os desafios ficcionais e a realidade empresarial dos participantes, revelando pistas sobre o estadio atual em que a equipa se encontra [storming, norming, performing ou transforming].

DURAÇÃO: 2h
PARTICIPANTES: Indicado para equipas de pequena dimensão.

DURAÇÃO: 1h
PARTICIPANTES: 4 a 15 pessoas

Do It Yourself

A GESTÃO DA MOTIVAÇÃO E A INTELIGÊNCIA EMOCIONAL POSTAS À PROVA.

O que é?

Trata-se dum desafiante atelier de bricolage que acontece on-line, onde através de uma plataforma de videoconferência, propomos que sejam montadas guitarras elétricas de madeira com respetivo amplificador (ou outro objeto que venha a ser definido).
Os materiais estarão com os nossos convidados, que podem ser crianças, pessoas com necessidades especiais ou idosos e as instruções estarão com os nossos participantes. Formam grupos de trabalho remotos e têm um tempo limite para construírem o objeto em conjunto, que terá de estar totalmente pronto e funcional até ao final da experiência.

Para que serve?

A atividade coloca em prática as estratégias e técnicas inerentes à gestão de equipas. O papel do responsável pela "equipa" passa pela avaliação e gestão dos recursos disponíveis, pelo diagnóstico de competências e pelas técnicas de desenvolvimento pessoal.

Mindtrap

UM MISTÉRIO QUE SÓ UMA EQUIPA COESA DE CAÇADORES DE SONHOS CONSEGUIRÁ DESVENDAR.

O que é?

O Mindtrap surge na forma de um jogo on-line, com um enredo pré definido mas que pode ser ajustado de acordo com o briefing do cliente.
Os jogadores, de forma remota e através de uma plataforma de videoconferência partem numa busca pela internet onde precisam resolver todo o tipo de quebra-cabeças. A cada passo em frente no processo de resolução dos desafios os participantes trabalham as valências do trabalho em equipa e competências específicas que são necessárias para trabalhar em modelos híbridos [remotos, presenciais ou mistos].

Para que serve?

O formato de jogo leva os participantes e observadores a tomarem consciência de quais as competências onde existem mais robustez e fragilidade, individual e coletivamente.
O desenho do jogo força a repartição de tarefas, comunicação e partilha das aprendizagens em grupo. Os desafios estão associados a competências base para prosperar na atualidade.

DURAÇÃO: 1h a 2h
PARTICIPANTES: Até 100 pessoas

DURAÇÃO: 1h a 2h
PARTICIPANTES: Até 200 pessoas

O Laboratório

E SE O SUCESSO DA EXPERIÊNCIA DEPENDESSE DA COMUNICAÇÃO E CRIATIVIDADE?

O que é?

O laboratório é uma experiência imersiva onde os participantes são convidados a desenvolver várias experiências na sua casa, só possíveis de realizar seguindo indicações cuidadosas de outros colegas. Para tornar as experiências possíveis, será enviada aos participantes uma lista de materiais necessários à sua execução.

No dia do evento, os participantes são confrontados com um desafio: dois dos seus colegas é que têm as instruções para a experiência e montagem que o participante terá de fazer... mas não poderão partilhá-las sem ser por comunicação verbal!

Para que serve?

A mentalidade de inovação e a curiosidade em saber mais sobre algo serão evidenciadas por todos, fomentando o espírito científico tão necessário para que as empresas prosperem nos dias de hoje, vai ficar muito visível.

Blind Painting

A NOSSA COMUNICAÇÃO SERIA IGUAL SE DEIXÁSSEMOS DE VER?

O que é?

O Blind Painting é uma experiência imersiva, que funciona presencial ou remotamente, e consiste em levar os participantes a formarem equipas com pessoas cegas, a quem será lançado o desafio de pintar uma imagem real com pastel seco ou outro material, algo possível apenas através de adequada comunicação entre todos.

A partir de uma palavra de inspiração inicia-se o processo criativo. De seguida o envolvimento, comunicação e execução passa por várias fases: associação da palavra à empresa, seleção do desenho adequado para pintar, comunicação clara para que a pessoa cega consiga pintar o desenho e, por fim, um toque especial do grupo para que se personalize a obra.

Para que serve?

Neste processo de feedback contínuo, serão utilizadas todas as boas-práticas da comunicação, que lhes permitirão ir desde a compreensão plena do desejo artístico do “pintor” até à obra-prima final, única e exclusiva. Promove a consciencialização de que é fundamental ajustar a comunicação, assegurar compreensão e celebrar pequenas vitórias como práticas do dia-a-dia.

DURAÇÃO: 1h30
PARTICIPANTES: Até 50 pessoas

Mais Experiências Imersivas Remotas