Bonding Experiences

DURAÇÃO: 1h a 1h30
PARTICIPANTES: Indicado para equipas de pequena
e média dimensão

Remote Team Challenge

Uma enérgica "corrida" coletiva contra o tempo, onde a estratégia vai transformar o esforço em resultados!

O que é?
O Remote Team Challenge é uma divertida atividade de teambuilding guiada através de uma aplicação mobile. Tal como o nome indica, trata-se dum jogo em tempo real, on-line, que consiste num desafio de equipa, com vista a alcançar um ambicioso patamar coletivo de pontos no tempo-limite. Os pontos são conquistados através da execução de desafios invulgares, sendo que os mais simples e rápidos dão menos pontos e os mais difíceis e demorados dão mais pontos. A equipa é dividida em grupos [cada um no seu espaço de trabalho] e todos têm acesso à aplicação, onde podem ver e submeter os desafios especificamente desenhados para equipas que não estão fisicamente juntas, e que vão realizar no espaço da sua casa/escritório usando a sua imaginação.

Para que serve?
O sucesso depende da estratégia definida pela equipa e sobretudo, do espírito de superação e colaboração existentes. Os pontos são conquistados através da execução de desafios divertidos e com foco no desenvolvimento e aprendizagem.

SpeeD'Tales

E se uma história real pudesse inspirar-nos e transformar a nossa vida?

O que é?

O SpeeD’Tales é uma experiência imersiva fortíssima de responsabilidade social que levará os participantes a sair da sua zona de conforto.

Num mix entre um Speed Date e um Blind Date os participantes, ainda sem saber quem vão encontrar, estarão divididos por pequenas salas onde terão a oportunidade de através de questões guiadas conhecer pessoas dos mais diversos universos mas que têm algo em comum: sentem na pele o tema da Inclusão e de serem Diferentes e têm a uma história para contar.

Para que serve?

Interagir e ouvir os relatos com uma nota positiva e inspiradora torna a experiência muito relevante. A comunicação interpessoal e a confiança são aplicadas de forma totalmente espontânea porque a situação assim o exige.

DURAÇÃO: 1h30 a 2h

PARTICIPANTES: Até 500 pessoas

DURAÇÃO: 2h

PARTICIPANTES: De 14 a 25 pessoas

Remote Choir

Transformar o trabalho em equipa num momento artístico real e com alma.

O que é?

Esta experiência é a adaptação de uma atividade que já acontecia em presencial mas que foi adaptada aos desafios tecnológicos do digital. Consiste em transformar os participantes num coro de gospel, dirigido pelo maestro João Castro (maestro do famoso St. Dominic’s Gospel Choir).

Num primeiro momento do evento, o maestro irá começar por avaliar o timbre vocal natural dos participantes, organizando-os por grupos, que vão trabalhar separadamente, em breakout rooms, a letra duma peça musical de coro dentro da sua capacidade vocal. No fecho da experiência, destaca-se a capacidade de fazer as coisas acontecerem e a harmonia garantida por um alinhamento comum, o que se pretende fundamental nas empresas. Após o evento, um vídeo completo será disponibilizado com o maestro e o coro da empresa cantando magnificamente a música escolhida!

Para que serve?

Os participantes vão compreender o que significa o trabalho em equipa, e a conjugação de múltiplos esforços individuais para um fim coletivo. Existe um paralelismo com a realidade das organizações, onde cada um tem a sua função específica e os seus objetivos individuais ou de grupo, mas onde todos contribuem para algo maior.

DURAÇÃO: Variável

PARTICIPANTES: Até 100 pessoas

Dream Center

Uma Simples Ajuda, Um Enorme Impacto.

O que é?

O Dream Center é uma ação de responsabilidade social sob a forma de um teambuilding realizada em parceria entre a Immersis e a SocialMind.

A atividade começa com um encontro da equipa numa plataforma online. Depois de divididos por equipas e perante uma listagem de necessidades de um conjunto de famílias desfavorecidas, definem uma estratégia de atuação, tendo como meios os seus os seus computadores, telemóveis e redes de contactos. O Dream Center poderá ter 3 formatos, consoante o envolvimento que a equipa desejar ter. O primeiro momento que decorre apenas no dia do evento de mobilização de recursos. Um segundo momento de acompanhamento do que foi angariado e entregue e um terceiro momento em que a equipa faz parte de todo o processo que congrega a angariação, ponto de situação, entrega e montagem de alguns mobiliários, eletrodomésticos, entre outros, nas casas das famílias.

Para que serve?

Proporciona uma sinergia entre todos os participantes e uma energia inigualável, alcançada através da solidariedade para com o outro. O desenho da atividade leva à necessidade de repartição de tarefas, à ótima comunicação para obtenção de um resultado maior em conjunto. No final, todos os participantes terminam com uma sensação de realização profunda.

All That Jazz

O que pode ter um concerto de Jazz a ver com a capacidade de adaptação?

O que é?

O All that Jazz é uma atividade on-line destinada a equipas, com especial ênfase dada à forma como as equipas se adaptam a novos contextos.

Após o encontro entre todos os participantes numa plataforma on-line e um pequeno briefing, os participantes assistem a um breve concerto de Jazz e percebem, através da música, o significado real da Capacidade de Adaptação, tão necessária nos dias que correm. São depois constituídos grupos de trabalho, que no conforto das suas casas e através da plataforma vão ocupar-se na construção de diferentes ritmos, que servirão de inspiração para a banda na construção do tema musical final. No final regressam à sala plenária onde vão ouvir o que criaram como resposta ao desafio que receberam, sendo cada um deles comentado e adaptado pela banda jazz.

Para que serve?

Trabalha especificamente o tema da adaptação à mudança e do “improviso estruturado”, fundamentais para incrementar o desempenho da equipa nos dias em que vivemos e fundamentais para o processo de (re)alinhamento interno.

DURAÇÃO: 2h

PARTICIPANTES: De 14 a 25 pessoas

DURAÇÃO: 1h a 2h

PARTICIPANTES: Até 100 pessoas

Quizz Remoto

Partilha, aprofundamento do conhecimento mútuo, celebração.

O que é?

Uma dinâmica de quebra o gelo, um quizz inspirado no jogo "Quem quer ser milionário".
As perguntas são relacionadas com lado B dos participantes, que partilham curiosidades, fun facts e afinidades, com o resto da equipa, que acabam sempre por ser surpreendentes e desconhecidos. Este momento, preparado e promovido pela Immersis, é uma boa opção para iniciar um encontro remoto criando a possibilidade de partilha e de aprofundamento do conhecimento mútuo.

Para que serve?

Os temas de comunicação entre áreas e interdependência para que a peça final seja coerente. Aspectos relacionados à tomada de decisão, escolha de recursos e garantia da eficácia do processo criativo e de execução.

Find my buddy

Descoberta, integração e celebração.

O que é?

Esta atividade pressupõe que as pessoas que fazem parte desta dinâmica ainda não se conheçam. Funciona como um “speed date” em que, com base em informação fornecida anteriormente por e-mail sobre o lado b dos buddies, os participantes façam perguntas de resposta sim e não enquanto saltam de sala em sala virtual. Enquanto as rotações acontecem, os novos talentos da organização vão tomando contacto com vários colaboradores que serão uma importante rede de conexão futura.

Para que serve?

Funciona como icebreak para momentos de acolhimento numa lógica de apresentação de um mentor ou buddy, ou apenas uma dinâmica ao estilo “amigo secreto”. Fomenta o conhecimento oneto-one inicial mas também facilita a construção de network acelerando a integração e eventuais dúvidas que existam.

DURAÇÃO: 1h

PARTICIPANTES: Até 30 pessoas

Music Competition

Coordenação, Ritmo e Motivação Positiva

O que é?

O Music Competition é, como próprio nome indica, uma competição. Os participantes são desafiados a criar a animação da sua festa. Para além de uma boa playlist, uma festa precisa de glamour e planeamento, por isso cada grupo de participantes terá de construir todas as componentes desta festa: Música, Coreografia, Outfits e claro o nome do seu grupo.

No fim, ganha o grupo que der melhor música aos colegas, o mais original, com mais ritmo e coordenação.

Para que serve?

Pelo seu caráter divertido e competitivo, esta experiência é uma ótima ferramenta para eventos corporativos ou qualquer iniciativa que procure fortalecer as relações interpessoais entre equipas. Fora do ambiente habitual, os participantes podem revelar talentos e facetas de personalidade pouco conhecidas, enquanto descobrem as dos outros colegas.

DURAÇÃO: 1h30 a 2h00

PARTICIPANTES: De 20 até 100 pessoas